M E I M E I




"Meimei" é uma expressão chinesa, que significa "Amor Puro" e que foi dada como apelido por Arnaldo Rocha a sua esposa, Irma de Castro Rocha.

Nascida no dia 22 de outubro de 1922, em Mateus Leme-MG, desencarnou em 1º de outubro de 1946, antes de completar 24 anos, vítima de um ataque de nefrite crônica, em Belo Horizonte-MG.

Meimei foi, desde criança, diferente de todos pela sua beleza física e inteligência invulgar. Era alegre, comunicativa, espirituosa, espontânea.

Transferiu residência para Belo Horizonte em 1934, conheceu Arnaldo Rocha e casou-se aos 22 anos.

Foi exemplo de resignação ante a dor que lhe ceifou todos os prazeres que a vida poderia permitir a uma jovem cheia de sonhos e de esperanças. Seu maior sonho, ser mãe, não conseguiu realizar, em decorrência do seu desencarne, conseqüência de complicações generalizadas da nefrite crônica mencionada acima.

Quem conviveu com ela, atesta que foi criatura caridosa e sempre pronta a auxiliar os que sofriam, através de uma palavra consoladora ou de uma ajuda financeira.

Apesar da pouca idade, preferia uma boa leitura aos divertimentos, o que, entretanto, não a impedia de estar sempre alegre e feliz. Modesta, nunca se vangloriava de suas qualidades pessoais e da grandeza do seu coração.

Meimei, a educadora mineira que muito deixou para nosso coração, hoje comunica-se por intermédio de Chico Xavier e, em suas mensagens, sempre alerta para a necessidade de uma educação que enalteça os valores morais, associando-os a uma boa bagagem intelectual.